Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

Casamento da Pipoca mais Doce - Os temas mais quentes da blogosfera portuguesa 2010

Este, foi com toda a certeza uns dos temas mais quentes da blogosfera portuguesa.
Aquela que foi durante anos a fio a namoradinha, ou encalhada (dependendo das alturas), mais badalada do mundo do blogues portugueses, finalmente arranjou noivo e casou.
Apareceu alguém, que finalmente arranjou paciência para aturar as suas paranóias das típicas miúdas de trinta anitos, urbana que se sente e vive  eternamente adolescente, pois esta fase da vida cada vez mais se prolonga na idade dos portugueses.
O individuo, o tal de Arrumadinho, sendo um tipo inteligente, viu ali uma donzela em busca desesperada para estabelecer família e visto que também tem assim a tendência para o estilo metrosexual a coisa foi explosiva. Andam felizes e contente e muita gente tem passado a ano a desejar com todas as forças que um dia aquilo dê barraca, que em Portugal histórias bonitas não pode haver. É por demais notório que ela não risca nada na relação, que ele tem capacidade para lhe dar um nó cego nos pensamentos.

Os temas mais quentes da blogosfera portuguesa 2010

O Ele Diz, tal como na moda, tem de se reger pela mais simples lei que rege esse mundo, ou seja, é um mundo cíclico, em que recuperar tendências antigas é sempre a forma de criar as tendências do presente.
É o voltar eternamente para as mesmas formas, os mesmo contornos, polindo apenas as arestas.
Como tal, tal como no inicio do Ele Diz, em que séries temáticas de posts marcaram este blog, também agora em forma de balanço vamos lançar uma série de posts retratando os temas mais fortes da blogosfera portuguesa em 2010. O que devemos escrever para ter sucesso neste mundo?
O Ele Diz é apenas uma distracção minha, porém o que nenhum de vós sabe, é que quase com toda a certeza (caso sejam leitores de blogues), em tempos já leram um blogue meu.
Blogue esse que andava na boca de toda a gente, e que esteve muitas vezes entre o top 3 dos mais lidos em Portugal.
Resolvi no final deste ano revelar isto, pois quase que não sabem nada de mim, e como vos respeito pelo tempo que dedicam a ler os meus delírios literários, aqui fica este pequeno levantar do véu sobre mim.
Em seguida irá, então, ser servida a tal lista de temas, que todos devíamos ter escrito nos nossos blogues, para que estes tivessem sucesso (se pensarmos nele com reflexo no número de pages views).

Arrepiantemente semelhantes

Eis que ando no youtube e começo a reparar nas semelhanças entre estes dois individuos, confesso que é assustador pensar que daqui a uns anos o Rui Unas se vai transformar no Zé Zé Camarinha, é por demais evidente as semelhanças entre os dois, mesmo quando mudam de visual. Um é rei entre as mulheres, outro é por mim considerado um génio da comédia portuguesa que exprime em tudo o que faz a inteligencia que lhe atribuo, é raro no humor haver comédia inteligente até nas mais pequenas subtilezas das suas personagens.

Aos que não conhecem, (que devem ser uns 3 em 3 000 000) aqui fica o grande êxito margem sul do Rui Unas.

A força da corrente...

Nunca fui de me deixar levar pela corrente, acho que o melhor que uma pessoa pode ter é uma opinião unica, formada pela sua convicção, assente em argumentos que devemos defender com toda a força sem, porém, deixar de parte a possibilidade de os mudar, caso os argumentos dos outros sejam melhores e mais coincidentes com uma realidade que tenha por base a razão.
Por isso, eu cá não sou de deixar em forma de promessas o que quero e desejo para 2011, eu antes que o novo ano entre, já fiz a minha escolha e estou a fazer o que já deveria ter feito à muito, mas que apenas recentemente tive coragem de colocar em prática. Sinto-me claustrofobico com a escolha, tenho medo, receio, mas por outro lado aliviado por ter conseguido avançar em direcção, ao que sabia desde sempre que seria o correcto.
A vida não muda com desejos, mas sim com atitudes, e ter atitude é não esperar por uma desculpa da entrada do novo ano para agir e assim mudar, mas sim mudar sem precisar de uma desculpa.
A minha já começou, e tu vais mudar? Não se deixem levar pela corrente.

A suposta mensagem de Natal...

Ora então chegou a altura, de todos sermos hipócritas, enviando umas mensagens via sms, posts, facebooks e afins para aqueles que tanto nos são próximos, mas aos quais não ligamos um corno o resto do ano.
Agora tentamos o contacto, para nos acalmar a consciência e sentirmos aquele reconforto que estamos rodeados de gente para os quais somos importantes, não se esqueçam que essas pessoas olham para nós da mesma forma, somos apenas mais um contacto a quem não ligam um corno o resto do ano.

E pronto, vivemos todos felizes e contentes!

90º

Parece que tinha de chegar o fim-do-ano, para a minha vida dar uma volta, não diria de 180º, mas sim de uns realistas 90º. Já o estou a viver e vai acontecer mais nos próximos tempos.
Adoro desafios e ao que parece fruto de muita teimosia, a coisa está a correr bem, pelo menos quero acreditar que a minha vida está no caminho que me parece o acertado.
Por vezes custa, mas a coisa vai lá, nem sempre as coisas correm mal, e se por um lado nos barram a entrada com atitudes que tentamos perceber, mas que nos são confusas, por outro lado, podemos abrir uma autoestrada que nos mostre que há sempre uma saída que nos receba melhor e que queira realmente caminhar ao nosso lado.

Constatações tardias.

Ando tão fartinho de pessoas que não sabem o que querem na vida. Mete-me impressão pessoas que passam a vida a queixar-se de que não são felizes, quando no fundo nem sabem o que precisam para o ser. Se não sabem o que querem, então não se coloquem na frente das pessoas que sabem o que procuram. Assim evitariam que essas pessoas tropecem ao vos encontrar no seu caminho. Arrumem para as boxes, comprem um novelo de lã e façam na malha para o resto da vida.
Não estejam a empatar o tempo das pessoas, e se o fazem, pelo menos durante esse tempo que seja por completo e não apenas às pinguinhas.
Para racionar ao mínimo o grau civilização e de capacidade de decisão, já basta a mentalidade do típico portuga da função pública, que está sempre descontente com o governo e com o trabalho que tem.
A verdade é que deveriam andar de boquinha calada, pois passa toda uma vida a ter regalias, como se houvessem portugueses de primeira, e portugueses de segunda.
Depois vem com a história dos direitos adquiridos... meus caros a lei pode ser mudada, por isso é que elegemos deputados e governos para representarem a opinião de quem vota, se e a maioria decidir que há que cortar nos vossos direitos adquiridos, eu sou o primeiro a votar a favor.
Porque raio alguém da função pública nunca vai parar ao desemprego? Não, como são portugueses de 1ª vão apenas para um contingente de pessoas, que ficam a ganhar apenas parte do salário e ainda por cima sem fazerem nada.
Já os enteados do país, aqueles que lutam para que este país de merda saia do fundo onde bateu, caso a coisa corra mal quando arriscam, tentando fazer com que Portugal deixe de ser visto como o país da mão-de-obra barata do sul da Europa, se as coisas correm mal como vos dizia a estes que arriscam, simplesmente não têm direito a nada, nem mesmo a 1 mês de desemprego.
Mas que país é o nosso, que dá prémios a quem escolhe uma carreira segura no estado e ainda por cima lhe dá subsidio de desemprego para o resto da vida, e que dá a ponta de um corno a quem tenta criar riqueza real para o país?

Com politicas deste tipo é normal que o FMI venha aqui dar a mão aos coitadinhos que nem se sabem governar.
É por isso, que isto da politica é tudo a mesma merda! É por isso que é a primeira vês, que se aproximam umas eleições e não vejo um único candidato que mereça o meu voto.
O cavaco é parte do sistema em que estamos, entre ele e o Soares têm grande parte do tempo de democracia de Portugal nas suas mãos e o resultado das duas peças está à vista.
O poeta parou no tempo ali 1975 antes do prec e sonha ainda com um ideal de esquerda, próximo da recém renovada revolução cubana, que agora está a ficar socialista e deixou o comunismo de lado. Ao que parece, descobriram agora as maravilhas do capitalismo lol.
O médico é o único que tem mérito, mas para politico... tenho as minhas dúvidas, o do pcp foi tirado lá na rifa durante a reunião do comité central, enquanto se ouvia como som de fundo o Sérgio Godinho.
Por isto, façam o favor de inventar outro candidato, ou o meu voto vai ir em branco.

Comer rezar e chorar...

Maldita a hora em que me decidi ver o filme comer rezar amar, meus senhores e minhas senhoras, que banha da cobra ali descobri. História fraquinha, muito fraquinha mesmo, colocam ali duas vedetas, adicionam uns passeios pelo mundo e esperavam que a coisa resultasse? Por amor da santa, aquilo é puro lixo.
A belíssima Júlia, nem sei como aceitou fazer aquilo, colocam lá o espanhol com a mania de que é brasileiro e aquilo parece-me ridículo. Colocam Itália a parecer um país de 3º mundo, está tudo cheio de clichés do princípio ao fim. Se estão a pensar tirar parte do vosso serão, para ver esta coisa a que chamam de filme, passem em frente, que dali não tiram nada, a menos que o que procurem num filme é a história do: E viveram felizes para sempre.

O verdadeiro fetiche

Em conversa, surgiu a hipótese de seduzir uma velha senhora em troca dos seus bens. Esta é das fantasias mais básicas de qualquer jovem que se preze. 
Todos, em alguma altura na vida em que esta não está tão facil, olhavam para a senhora vizinha do lado viúva e sem familia próxima e pensaram que poderia ser uma opção com futuro.
Outras das hipóteses que ando a colocar em cima da mesa de possibilidades, é ingressar num seminário e acabar a minha vida atrás das portas de um mosteiro, em clausura longe do mundo do pecado e dedicando-me apenas a Deus.
Ando indeciso por qual das duas hipóteses me dedicar.

Amor desorientado..

Ontem dei por mim a pensar que, apesar de todos termos a perfeita noção que é na nossa cabeça que residem os sentimentos, que é algures no nosso cerebro que estão as sensações que nos fazem querer estar perto de alguém, ou querermos distancia, o engraçado é que continuamos a falar do coração como o local onde eles se escondem.

Vejam como gostamos de complicar as coisas, e antes de sabermos quais são os sentimentos que temos por alguém, já os estamos a colocar no local errado. Meus amigos, como pode depois a coisa correr bem, se há partida já estamos a iniciar com uma premissa errada, no que diz respeito ao local no nosso corpo onde sentimos as coisas...? Por outro lado, tem a vantagem de permitir dizer:

Querida, eu gosto muito de ti, com todo o meu coração, mas como os sentimentos não estão lá, mas sim no meu pensamento, toca a procurares outro, que eu já não te quero a ti!

Pág. 1/2