Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

A pura da loucura!

Depois de um dia repleto de trabalho, e de um fim-de-semana de pura loucura, sobre o qual, se vos contasse como correu, teria de vos matar a todos a seguir, eis que o ele diz acaba de cair na cama, deixando aqui um simples até amanhã.

Privação voluntária do sono

São 3:43 da madrugada e aqui o je, feito "nem estou aí para tal facto", anda a arranjar desculpas para não tentar dormir, visto que o sono parece não querer aparecer. Isto por si só não tem nada de grave, não fosse o facto de amanhã de manhã ter algo marcado, por sinal bastante importante, em que convém estar mais que desperto para que a coisa corra bem.
Ora, que melhor coisa para fazer, do que vir aqui fazer um post, apenas para passar tempo e para conscientemente não sentir que este tempo sem dormir é perdido, assim a minha consciência diz-me que estou a fazer algo em prol da actualização mais regular aqui do Ele Diz, coisa com a qual, tenho ultimamente tentado cumprir.
Eu bem sei, que isto que escrevo não interessa a ninguém, mas suponho que quem me lê, também não queria aqui encontrar a teoria da explicação do universo, visto que uma grande percentagem do que aqui digo, é simplesmente oratória sem conteúdo, digamos que é tipo um rebuçado, apenas serve para enganar a fome e matar o desejo de algo doce.
Já agora, hoje devia andar com uma neura qualquer, coisa que nunca me acontece, ou melhor, nunca ninguém dá conta que ando meio estranho. Hoje perguntaram-me o que se passava comigo, que estava muito sério (habitualmente ando sempre na macacada), coisa que não é normal, quando estou entre os poucos, mas verdadeiros amigos, companheiros de aventuras e desventuras que tanto prezo. Sou pouco de ser Maria vai com todos, poucas pessoas me conhecem verdadeiramente, mas essas poucas conhecem-me bem.

Vá, vá... com jeitinho até que ficou aqui um post com meia dúzia de coisas bem ditas, especialmente olhando assim na diagonal, ate parece que escrevi um texto interessante, isto claro, se o caro visitante não o ler.

Corre corre...

Digamos que hoje tive um dia daqueles, em que fiz três mil e quinhentas coisas. Acabo de cair na cama, a ver se durmo, que amanhã vai ser novamente a mesma coisa, aliás toda este semana vai ser assim.
Para a próxima semana, vou entrar numa nova rotina na minha vida, uma nova fase. Estou muito entusiasmado com o que se anda a passar na minha pacata vida, deixando um pouco a humildade de parte, eu até mereço vá....

Temas e assuntos para posts

Ora, nem vou comentar o resultado da eleições, é mais do que esperado, pronto ainda todos tinham uma esperança de uma segunda volta, que felizmente não aconteceu, poupando assim uma carrada de dinheiro para se decidir o mesmo. Em conclusão, anda tudo satisfeito com o presidente, espero não ver daqui a uns tempos muita gentinha a criticar o homem, pois acabaram de votar nele na maioria.

Mas este post não é sobre as eleições, mas sim sobre como construir bom conteúdo para blogs. Como encontrar temas para servirem de base para posts de sucesso, que podemos medir pela sua adesão nos comentários. Confesso que por vezes penso, que percebo alguma coisa desta treta dos blogues, mas o dia a dia deste blogue, que fez dois anos dia 19 deste mês, ou seja, na passada quarta-feira (dei agora conta de tal acontecimento), tem me mostrado que não entendo absolutamente nada desta treta.

Dou por mim a fazer exactamente o contrário daquilo que defendo, ou seja, escrevo um post com uma treta, dizendo que as pessoas se dividem entre as que gostam de omeletes e as que preferem os ovos mexidos, e o raio do post é o que mais comentários tem nos últimos largos meses. Para agravar ainda a mais a situação, lá vou eu feito cromo comentar nesse post, com argumentos também da treta, contribuindo ainda mais para o sucesso da coisa.

Realmente isto é uma chapada de luva branca em mim, ando aqui muitas vezes a tentar escrever alguma coisa de jeito, e por vezes alguém até comenta, e do alto da minha sabedoria nunca me dou ao trabalho de responder a esses nobres comentários, mas lá vou eu comentar a treta das receitas de ovos.

Caros leitores, têm razão se não me levarem a sério, um blogger como eu não merece credibilidade, isto não é comportamento para alguém que se quer dar ao respeito.

Mil perdões.

Da arte de falar e fazer pouco...

Digamos que esta semana, para mim, vai ser daquelas do tudo ou nada. Muita coisa se vai passar, espero terminar a semana contente, seria muito bom sinal.
O fim de semana está a correr muito bem, digamos que tenho por actividade base nestes dias a boa vida, coisa que fica sempre muito bem, para um bom português que sou.
Já agora, caros senhores politicos candidatos a presidentes da república, para lamento da minha parte (falando seriamente), não vou poder votar amanha, mas para que conste, caso o fizesse seria em branco. Nenhum, dos que estão no leque de candidatos, vale a ponta de um corno para o cargo a que se candidatam.
Caro Manuel alegre, faça lá a sua poesia de 1975 e deixe as rédeas do país para pessoas que vivem nos dias de hoje.
Caro Fernando Nobre, o povo português agradece a sua vida de dedicação na medicina, mas deixe isto da politica, para os politicos, o senhor nao tem estaleca para a coisa.
Senhor Cavaco, não chega ainda de tachos na sua vida? O resultado da suas acções liderando no nosso povo não nos levou a lugar algum até hoje, porque haveria de mudar agora.
Restantes candidatos, fazem muito bem tentar a sorte, fica sempre bem no historial de alguém, dizer que algures em 2011, foi candidato para as presidenciais.
Resumindo, lá vamos ter de aturar o cavaco mais uns anitos... Alguém tem dúvidas?

Bela evolução

Eu sei que por vezes sou um crítico de primeira. Mas apenas o faço quando acho realmente que a sociedade está a evoluir para pior com a passagem do tempo.
Mas hoje venho aqui, falar de como a sociedade também consegue evoluir para melhor, aliás, para muito melhor.
Hoje vou falar de pessoas com cabelo comprido. É daquelas coisas que acho que fez muito bem o passar dos anos na nossa sociedade. Se acho um pouco estranho o cabelo comprido de 1975, exemplo no vídeo a seguir (ver vídeo)...



...pelo contrário acho muito positivo o cabelo comprido e toda a estética vigente nos dias de hoje, sinto-me estranhamente cativado pela beleza cénica da seguinte obra (ver próximo vídeo)...

Moda equestre?

Estava eu hoje a reparar numas pernas, que tinham umas meias assim semelhantes com as da imagem em baixo e dei por mim a interrogar-me: Será que a inspiração veio da foto ali na direita?... É que eu já acredito em tudo, e tenho a mente aberta para aceitar todos os conceitos estéticos vigentes, apenas fiquei curioso...

Oi, tudo bom? (De volta as chamadas estranhas)

Manhã de hoje, Ele Diz em plena missão de encontrar determinado mobiliário urbano, numa das cidades portuguesas, na companhia de um colega da luta de fazer pela vida:

Telefone de Ele Diz toca novamente com chamada anónima...
Olhei para a chamada e pensei: Por favor que não seja novamente a "Filipa Cona" do outro dia, e atendo:

Ele Diz - Sim bons dias...

Mulher brasileira - Oi, tudo bom? (Mulher brasileira do outro lado da linha... voz jovem e doce)

Ele Diz - Sim tudo bem...

Mulher brasileira - Daqui fala "fulana tal" liguei de manhã...

Ele Diz - Ele Diz estranha e começa a ver novamente o filme acontecer, pois ninguém me tinha ligado de manhã...

Mulher brasileira - Sou jornalista da TV "Tal e Coisa" do "Programa Y"... é então para marcar a data e escolher uma hora e um local para filmar...

Ele Diz - Ele Diz pensa dois segundos e não lhe ocorre de onde possa surgir tal coisa... e pergunta...

Ele Diz - Daqui está a falar com o "Fulano Tal", é com esta pessoa que quer falar?

Mulher brasileira - É o "Fulano Tal" pertence a uma determinada instituição Y?

Ele Diz - Sim exacto sou o "Fulano Tal" e desempenho a tal função nessa instituição...

Mulher brasileira - Então sim é consigo que quero falar, diga-me um local e hora para a reportagem...

Ele Diz - Ele Diz pensa... Não faço ideia do porque deste convite, ou como chegaram até mim... mas lá sugeri hora e local e lá ficou a coisa agendada...
Mais tarde percebi melhor a situação, mas naquela altura estava completamente a leste do porque daquilo parecer já estar confirmado e eu nem fazer a mínima ideia do porque de me estarem a contactar...



Por isso... um dia destes, lá vão ver o autor do Ele Diz na TV, estejam atentos que Ele vai entrar pelas vossas casas e descobrir os vossos segredos.
Já deu para perceber que me correu muito bem o dia certo? Ou vou ter de fazer aqui mais peixeirada para entenderem?

P.S. Não, não vou aparecer numa reportagem de mais um nascimento de uma criança dentro de uma ambulância numa auto-estrada a caminho do hospital sendo eu o herói bombeiro. E não, não vou aparecer em mais um caso de protesto, de luta contra o fecho de uma urgência hospitalar, ou luta contra o pagamento de portagens nas scuts.

Desafio

Fiz a mim próprio um desafio, queria ver até que ponto o conseguiria ultrapassar. Ando a tentar ver, até onde vão os meus limites. Estou a ficar contente com os resultados, acho que inicialmente, quando pensei no desafio, achei que iria vacilar caso aparecessem problemas a meio, porém tem corrido muito bem.
É bom notar que, para conseguir algo que achamos ser bom para nós, apenas dependemos das nossas atitudes.

Pág. 1/2