Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

Auto-terrorismo cardíaco

Confesso que tenho uma forma estranha de lidar com o meu coração, não acredito naquelas lenga-lengas de que o tempo cura tudo e que é apenas preciso ter calma para que as feridas do passado se curem por obra e graça do espírito santo.
Tenho uma forma estranha de lidar com o meu coração, bombardeio-o com sentimentos, o mais loucos possíveis para que a dor provocada por estes, seja mais forte do que a dor de que padece. Esperando assim que esta passe despercebida, na esperança de que se matar o meu coração de uma vês por todas, ele perca até a sensibilidade de sentir as suas feridas.

O que é mesmo radical é...

...fazer uma viagem de 300 km debaixo de chuva torrencial e trovões constantes a iluminar o céus, e ao mesmo tempo vir a sentir o som da música que se fazia ouvir dentro do veiculo automóvel, tudo isto durante a passada noite... para não falar de nevoeiro que me deixava ver uns 3 metros para a frente da viatura... Querem algo mesmo radical aconselho vivamente esta experiência.

O que eu gosto é de...

...com aqueles que do alto da sua sabedoria afirmam categoricamente o quão elucidados são, e poder puxar ainda mais por eles, quando estes se estão a espalhar ao comprido. Mais, num acto de sadismo ainda os incentivarmos a se enterrarem mais profundamente, apoiando o quanto são iluminados, ficamos admirados, quase que boquiabertos perante tanta sabedoria (ironicamente falando óbvio), e no pensamento temos uma coisa:
Esta "coisa" que está a minha frente, devia imaginar o quanto me estou a divertir e o esforço que estou a fazer para estar sério sem me rir!


ohh meu deus, fazes-me ir aos céus!

Sim, hoje é feriado! E sim, mais de metade da população não faz a menor ideia do porquê de tal feriado existir.
O Ele Diz como sempre procura fazer serviço público, como tal passa a descrever o motivo deste feriado em português que se entenda e que qualquer cidadão posso interiorizar perfeitamente o que se comemora neste dia.

Hoje é comemorado a solenidade da Igreja Católica referente à elevação de Maria em corpo e alma à eternidade, para junto de Deus, de forma definitiva.

Ou seja, é o dia em que deus possuiu de tal forma Maria, que esta foi aos céus, ela gritava e gemia, fazes-me ir aos céus, céu, meu deus!!!...

E pronto está o feriado criado! Ridículo ainda termos de comemorar estes feirados estúpidos, promovidos pelos padrecos!

Adoro sushi!

Talvez o titulo deste post seja a frase mais consensual dos bloguers que pretendem estar in na blogosfera portuguesa. Todos os que se pretendem afirmar como marcadores de tendências, seriam capazes de matar por uma refeição que incluía sushi.
Eu diria que é mais uma daquelas modas à portuguesa de Maria vai com todos. Tal como era comer japonês, ou chinês, ou raio que os parta à uns anos atrás desde que fosse oriental era bom, ou comer macdonalds quando as cadeias de fastfood chegaram a terras lusas, é tudo uma questão de moda.
Para os mais conhecedores da capital, dizem que ali para os lados do El Corte Inglês há sushi Alentejano, quando vi pela primeira vez fiquei meio sem opinião sobre aquilo, parecia algo estúpido, porque é que alguém se haveria de lembrar de fazer sushi alentejano? Depois entendi, no fundo é apenas uma forma de dar ao povo circo em forma de pão, ou como quem diz, em forma de açorda! Ou seja, não querem comida tradicional portuguesa, então nós mudamos o nome a isto e vocês portugueses prostitutos das modas, comem igual a açorda, mas como lhe chamamos sushi ficamos todos a ganhar.
Enfim, modas que vão passando com o tempo e que confirmam que no fundo, somos todos umas senhoras putas vendidas, ao que o marketing nos enfia pelos olhos a dentro.

Viver é aprender...

...e uma das coisas que a vida me tem ensinado, é não acreditar em ninguém. Não acreditar acima de tudo nas palavras de ninguém. E é simples chegar a esta postura, ao ver que as palavras são como o vento, as verdades de hoje, é como se nunca tivessem existido amanha. As pessoas são más por natureza, agem de forma má e pensada na maior parte das vezes que fazem alguma coisa. Resultado, colocamos o pé atrás, cada vez mais bem fincado, para não termos surpresas más na vida por parte de quem aparentemente jamais esperávamos determinadas atitudes.

Em conversa...

dou por mim a chegar a uma teoria brilhante, de que quem em criança não parte a cabeça meia dúzia de vezes a si próprio, ou a outros, não trucidas alguns animais ou coisas que tais, não acaba com pontos em alguma parte do corpo, geralmente não se torna um adulto calmo e responsável. 
Quem não faz todas as loucuras em pequeno, tem depois em adulto a necessidade de viver essas loucuras e sentir a adrenalina que deveria já ter tido em criança e por isso acabam por se tornar adultos irresponsáveis e infantis. 

O que acham?

Pág. 1/2