Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

ELE DIZ

Coisas do Social, Internet e Media! Humor Q.B.

Disse hoje o Profeta do fim do mundo..

de seu nome Medina Carreira, e muito bem, que o problema deste novo orçamento é, exactamente o que aqui exclamei no ultimo post!
Ou anda tudo burro que nem portas (não o Portas politico, que esse é extremamente inteligente para a sua carreira politica), ou ninguém quer ver onde está o problema... pelas contas do Profeta, o país arrecada 63 mil milhões em impostos, gasta 54 mil milhões em despesas com pessoal e prestações sociais... Alguém tem dúvidas de que o mal está no número de funcionários públicos e no peso que os seus ordenados têm no orçamento de estado? Cortem nisso, caso queiram resolver o problema verdadeiramente, caso contrário andam a mudar o sol para a sombra, e a colocar o nível de impostos num patamar em que mais vale estar parado do que a trabalhar.

Finalmente alguém que fala da realidade...

...que toda a gente conhece, mas que nenhum político lambe botas tem a coragem para denunciar verdadeiramente.
Todos criticam o governo, mas não vemos ninguém a colocar em causa todo o sistema democrático (tirando o profeta do fim do mundo, de seu nome Medina Carreira).
Porque ninguém tem coragem para mudar a forma como são nomeadas as pessoas para ocuparem o cargo de deputado? Porque ninguém tem a coragem de rever a forma como são constituídas as autarquias, com pelouros cada um da sua cor partidária, tipo arco-íris de tachos? Porque é que ninguém mete atrás das grades governantes que fazem negócios enquanto governantes e depois vão liderar as empresas com as quais fizeram negócios? Porque todos têm medo de cortar verdadeiramente no número de funcionários públicos e no seu rendimento médio e benefícios, colocando-os em pé de igualdade com o setor privado? Toda a gente sabe onde reside o podre, mas ninguém faz nada, pois enquanto isto andar assim, a mama da vaca vai dar leite sempre para as mesmas pessoas. Isto da alternância democrática no poder, tem sido a pior das ditaduras.