Experiências la vie est belle

Sempre gostei muito destes conceitos de viver experiências do tipo pack vida é bela, acho que são um conceito extremamente interessante de fazer dinheiro forte e feio para quem as vende.
Já faltou mais para que haja experiências para os novos riquismos de tigela e meia portugueses, em que vão todos contentes vergar a mola e ainda pagam para o fazer.

Mas para mim, isto das experiências tem de ser uma coisa autêntica, algo mesmo radical e diferente.
Toda a gente diz que o que é nacional é bom, e o que é tradicional é fantástico, por isso na hora de decidir qual experiências fazer, entrei numa espécie de encruzilhada sem saber muito bem o que escolher, e as duas opções eram:

Ajudar a pegar num andor numa procissão, numa daquelas festa de aldeia no mês de agosto. Daquelas onde se ouve a banda musical e os hits do Emanuel, cantados por grupos de azeiteiros e azeiteiras.

Ou viver a experiência da chegada do Emigrante a Portugal, viver a emoção de sentir o cheiro de Portugal ao longe, ao som de Graciano Saga. Poder ver as placas a dizer Portugal e sentir o querido mês de Agosto a chegar, para finalmente poder descansar de um ano de luta no Paris de França.

Acabei por optar por esta segunda experiência, foi hoje de manhã que o fui viver na primeira pessoa! Aqui fica a foto duma experiência que nunca mais vou esquecer, e foi ao som da música que está no player do youtube depois da foto.

Publicar um comentário

2 Comentários

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)